quinta-feira, 26 de maio de 2011

Menopausa é tema no Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher de 2011.


O número de mulheres é o maior das últimas quatro décadas segundo o IBGE: elas representam 51,2% da população brasileira. E com o aumento da expectativa de vida, torna-se ainda mais importante prestar atenção à saúde da mulher.

No próximo dia 28 (sábado), é comemorado o Dia Internacional de Luta pela Saúde da Mulher, uma data em que se deve lembrar que a saúde feminina merece muito cuidado, inclusive na fase da menopausa. Por isso, a Dra. Angela Maggio da Fonseca, professora associada e livre-docente da Disciplina de Ginecologia do Departamento de Obstetrícia e Ginecologia da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP), dá algumas dicas de como manter-se saudável e atravessar essa fase de declínio hormonal com mais qualidade de vida e menos estresse.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), até 2030 mais de um bilhão de mulheres estarão no climatério, período de vida dos 40 aos 65 anos. No que se refere a queda dos níveis hormonais, a mulher por volta dos 45 anos precisa de cuidados extras com a saúde, sendo esta etapa marcada pelo fim do período reprodutivo feminino e início da fase da menopausa, quando ocorre o último ciclo menstrual e muitas mudanças no organismo e comportamento femininos.

Segundo a Dra. Angela, os hormônios são mensageiros que as glândulas mandam a atuação nas células, proporcionando saúde, equilíbrio, bem-estar e desacelerando o envelhecimento. Quando sua produção diminui (eles não desaparecem do corpo, mas o organismo passa a produzi-los em menor quantidade), proporcionalmente as mulheres começam a apresentar várias alterações no organismo. Surgem então os sintomas da menopausa: ondas de calor, suores noturnos, insônia, menor desejo sexual, irritabilidade, depressão, ressecamento vaginal, dor durante o ato sexual, diminuição da massa óssea, da atenção e memória.

Praticar esportes ou andar uma hora/dia, beber bastante água durante o dia, ingerir substâncias que contenham magnésio, cálcio e vitamina C e não fumar são algumas das recomendações fundamentais para as pacientes neste período.

Sinais de alerta – Na maioria dos casos, o diagnóstico da menopausa é considerado após 12 meses da última menstruação e baseado na observação de sintomas como: diminuição da libido (desejo sexual); irritabilidade; diminuição da massa e da força muscular; aumento da gordura abdominal ou visceral; diminuição da densidade mineral óssea; alterações cognitivas e de humor e sonolência. Ao observar esses sinais, o médico poderá solicitar exames laboratoriais para medir os níveis hormonais. Depois de fechado o diagnóstico, é preciso iniciar um tratamento para restabelecer os níveis de hormônio da paciente.

Fonte editada: http://www.revistafator.com.br, acesso em 26/05/2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

OUTROS VÍDEOS SUGERIDOS PELA QUALITAS VITAE

Comemorando 35 anos de Globo Repórter, a maioria dos brasileiros escolheu como tema a reportagem: Saúde e Qualidade de Vida. Matéria sobre obesidade - Globo Repórter. Quanto mais equilibrada for a vida de um profissional, melhor será a sua performance profissional. Além disso, a sua identidade não estará baseada apenas em seu trabalho, mas também em outros aspectos vitais para a sua realização.

Dicas para reduzir calorias

Legumes e grelhados podem ser consumidos sem pão ou torradinhas. Escolha a massa com molho de tomate e uma proteína. No japonês, fique longe de opções fritas ou empanadas. Já na churrascaria, o ideal é começar pelas saladas.

Saiba quanto você precisa correr por semana para perder calorias.

A corrida é uma boa opção para quem quer emagrecer rápido. Um pessoa que pesa entre 60 e 70 quilos pode perder entre 500 e 600 calorias se correr durante uma hora. É importante passar por uma consulta médica antes do exercício.

Exercício em casa ou no parque aumenta tempo e qualidade de vida.

O exercício físico regular pode aumentar o tempo e a qualidade de vida de uma pessoa. O preparador físico José Rubens D'Elia mostra que é possível praticar exercícios em parques, na vizinhança ou em casa, com uma academia particular.

Médico dá mais algumas dicas saudáveis e baratas.

Dicas para levarmos uma vida mais saudável sem gastar muito para isso. Depois do programa, ele respondeu perguntas enviadas pela internet e deu outras sugestões.

Confira uma série de exercícios para melhorar o equilíbrio

O preparador físico José Rubens D'Elia mostra exercícios que podem ser feitos em casa e ajudam a melhorar o equilíbrio corporal.

Aprenda a comer bem e se manter saudável.

Um dos sinônimos de felicidade para todos é a saúde. Uma das formas de manter o metabolismo equilibrado e ainda garantir qualidade de vida é acertar na alimentação.

Dicas para melhorar a alimentação de crianças e adolescentes

As refeições devem ser adequadas às atividades ao longo do dia, evitando guloseimas e refrigerantes. A má alimentação pode causar cansaço, sonolência, apatia e irritação.

Pele deve receber cuidados especiais de acordo com a idade.

Na adolescência, o principal problema são as espinhas. Dos 20 aos 40 anos, a pele começa a perder a capacidade de regeneração e podem surgir manchas. Entre os 40 e os 60 anos, ocorre uma perda da elasticidade da pele e o contorno da face muda.

Transport é um dos aparelhos de maior sucesso nas academias.

Uma pessoa de aproximadamente 70 quilos pode queimar 300 calorias em 40 minutos em um ritmo mais leve. O exercício não provoca impacto nos joelhos.