terça-feira, 14 de junho de 2011

Transtorno Bipolar atinge homens e mulheres e exige tratamento para toda a vida

O psicólogo e professor Clenilson Costa lembra que o Transtorno Bipolar não é fácil de ser diagnosticado



Por Carmem Vasconcelos

Quando a administradora de empresas Carolina Miranda* conheceu o analista de petróleo Miguel Castro*, teve a certeza de estar diante de um príncipe daqueles de contos de fadas. Generoso, divertido, bom amante e sempre interessado em manter a atividade sexual, ele era a companhia ideal para qualquer situação. No entanto, oito meses depois, quando a relação estava engrenada e a data do casamento marcada, o príncipe virou sapo. A figura alegre cedeu lugar a uma pessoa introspectiva, rabujenta, detalhista, que implicava com tudo: amigos, roupa, escolha de móveis e eletrodomésticos.

“Pensei em pôr fim a tudo, mas havia muito em jogo e o suporte familiar me ajudou a ver que ele precisava de tratamento”, diz a administradora, que descobriu que o futuro marido sofria com uma doença mental chamada Transtorno do Humor Bipolar, que já foi chamada de Psicose Maníaco-Depressiva ou Transtorno Afetivo Bipolar.

De acordo com o psiquiatra e pesquisador do Programa de Saúde Mental da Mulher da Universidade Federal de Pernambuco, Amaury Cantilino, enquanto numa pessoa  dita normal, o humor será uma reação aos acontecimentos, no bipolar o humor foge do controle da própria pessoa. “É como se o regulador da alegria e da tristeza ou da depressão e da mania estivesse quebrado”, explica o psiquiatra.

Ele lembra que nos momentos de depressão, a pessoa se mostra desinteressada no parceiro e em diversas atividades, com a libido diminuída. Na fase da mania, no entanto, há uma desinibição sexual grande, um descontrole no consumo e nas formas de encontrar prazer, além de sonhos de grandeza.

Diante desse quadro, é natural que uma relação onde um ou dois dos parceiros tenham o transtorno resulte no mais absoluto fracasso.
 
Paciência  

O psicólogo e professor Clenilson Costa lembra que o Transtorno Bipolar não é fácil de ser diagnosticado. Isso porque a doença se apresenta de formas variadas, da mais branda à mais grave, quando o paciente chega a delirar. “Além disso, o portador pode viver momentos de equilíbrio entre uma fase e outra”, explica Costa.

Ele destaca que quando feito por profissionais pouco experientes ou qualificados, o bipolar pode ser tratado como esquizofrênico ou depressivo, fato que torna os períodos de mania ainda mais perigosos.

Para que o problema não se agrave, é fundamental a participação do parceiro e da família, uma vez que raramente o bipolar se dá conta que tem problemas.

“O parceiro precisa exercitar sua paciência ao extremo e não esquecer de dar limites ao ser amado, pois o transtorno solapa as relações até que o humor daquele paciente volte a ser estabilizado”, completa.

Embora atualmente não tenha cura, o Transtorno de Humor Bipolar pode ser controlado, assegurando que o portador e seu parceiro tenham qualidade de vida e de relação. As terapias atuais são feitas com a junção de medicações estabilizadoras do humor, como o Lítio, e a junção de tratamento psicoterápico, a exemplo da cognitiva comportamental. 
(* Nomes fictícios para preservar as fontes.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...

OUTROS VÍDEOS SUGERIDOS PELA QUALITAS VITAE

Comemorando 35 anos de Globo Repórter, a maioria dos brasileiros escolheu como tema a reportagem: Saúde e Qualidade de Vida. Matéria sobre obesidade - Globo Repórter. Quanto mais equilibrada for a vida de um profissional, melhor será a sua performance profissional. Além disso, a sua identidade não estará baseada apenas em seu trabalho, mas também em outros aspectos vitais para a sua realização.

Dicas para reduzir calorias

Legumes e grelhados podem ser consumidos sem pão ou torradinhas. Escolha a massa com molho de tomate e uma proteína. No japonês, fique longe de opções fritas ou empanadas. Já na churrascaria, o ideal é começar pelas saladas.

Saiba quanto você precisa correr por semana para perder calorias.

A corrida é uma boa opção para quem quer emagrecer rápido. Um pessoa que pesa entre 60 e 70 quilos pode perder entre 500 e 600 calorias se correr durante uma hora. É importante passar por uma consulta médica antes do exercício.

Exercício em casa ou no parque aumenta tempo e qualidade de vida.

O exercício físico regular pode aumentar o tempo e a qualidade de vida de uma pessoa. O preparador físico José Rubens D'Elia mostra que é possível praticar exercícios em parques, na vizinhança ou em casa, com uma academia particular.

Médico dá mais algumas dicas saudáveis e baratas.

Dicas para levarmos uma vida mais saudável sem gastar muito para isso. Depois do programa, ele respondeu perguntas enviadas pela internet e deu outras sugestões.

Confira uma série de exercícios para melhorar o equilíbrio

O preparador físico José Rubens D'Elia mostra exercícios que podem ser feitos em casa e ajudam a melhorar o equilíbrio corporal.

Aprenda a comer bem e se manter saudável.

Um dos sinônimos de felicidade para todos é a saúde. Uma das formas de manter o metabolismo equilibrado e ainda garantir qualidade de vida é acertar na alimentação.

Dicas para melhorar a alimentação de crianças e adolescentes

As refeições devem ser adequadas às atividades ao longo do dia, evitando guloseimas e refrigerantes. A má alimentação pode causar cansaço, sonolência, apatia e irritação.

Pele deve receber cuidados especiais de acordo com a idade.

Na adolescência, o principal problema são as espinhas. Dos 20 aos 40 anos, a pele começa a perder a capacidade de regeneração e podem surgir manchas. Entre os 40 e os 60 anos, ocorre uma perda da elasticidade da pele e o contorno da face muda.

Transport é um dos aparelhos de maior sucesso nas academias.

Uma pessoa de aproximadamente 70 quilos pode queimar 300 calorias em 40 minutos em um ritmo mais leve. O exercício não provoca impacto nos joelhos.